culinária

Panna Cotta

Ingredientes (para 6 formas pequenas)

– 200 ml de natas (1 pacote de natas)
– 200 ml de leite
– 50 gr de açúcar
– 1 vagem de baunilha (ou uma colher de chá de essência de baunilha)
– 2 folhas de gelatina

Preparação

1) Cortar as folhas de gelatina aos pedaços e demolhar em metade do leite frio.
2) Abrir a vagem e retirar as sementes.
3) Levar ao lume as natas, com a metade do leite, o açúcar, as sementes e a vagem de baunilha.
4) Logo que levante fervura, desligar o lume e retirar a vagem. Adicionar a gelatina demolhada com o restante leite. Mexer para dissolver bem.
5) Distribuir o preparado pelas formas e levar ao frigorífico a solidificar (tempo médio 4 horas).

Para a cobertura

Há quem opte por geleias, compotas, caramelo, molho de chocolate… aí fica ao gosto do freguês. Mas eu como prefiro uma deliciosa calda de frutos vermelhos, resolvi fazer uma de morangos. Esta calda é excelente para usar como cobertura noutros doces, iogurtes e gelados. Conserva-se bem durante muitos dias no frigorífico e também se pode congelar. Calda de Morango

Ingredientes

– 200 gr de morangos frescos (medida de uma chávena de chá)*
– 3/4 colheres de sopa de açúcar
– 1 colher de chá de sumo de limão
– 1 folha de manjericão

Preparação

1) Cortar os morangos em pedaços. Colocar na liquidificadora e reduzir a polpa.
2) Levar a polpa ao lume com o açúcar, o sumo de limão e a folha de manjericão.
3) Quando levantar fervura, colocar em lume brando e deixar cozinhar até ter a consistência desejada e uma cor brilhante.
4) Retirar a folha de manjericão. Deixar esfriar e levar ao frigorífico.

Na altura de desenformar o doce, recomendo aquecer no microondas um recipiente com água (apenas para cobrir o fundo das formas). Colocar à vez cada forma e retirar após 3/4 segundos. O doce rapidamente descolará.

Por fim, coloquei a calda e decorei com folhinhas de hortelã-pimenta, vindas directamente da minha varandinha, bem como o manjericão.

via Ideias debaixo do telhado

Standard

4 thoughts on “Panna Cotta

  1. diogo diz:

    Ora aí está algo que, salvo se use natas ou leito gordo, é pouco apaladado. A cobertura é a “Pièce de résistance” da panna cotta, mas ao contrário dos scones, tem uma textura única. 🙂

      • diogo diz:

        Isso é que era vida! Imagina-me com um blog de crítica gastronómica… De tantas visitas que tinha, os restaurantes ofereciam-me as melhores refeições para dar a minha opinião. Isso é que era! Vou fazer um blog: gostavadesercriticogastronomico.blogspot.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s