#maufeitio

o silêncio dos culpados

O advento das redes sociais trouxeram para o nosso quotidiano aquele fenómeno que, até então, era aplicado quase exclusivamente ao jornalismo: a espiral do silêncio. De uma maneira simplista, esta teoria trazida à luz na década de 60 por Elisabeth Noelle-Neumann, explica que, por um lado existe uma tendência inata para se pertencer à opinião dominante e por outro lado – do meu ponto de vista, o mais importante – uma propensão para abafarmos as nossas ideias quando estas não coincidem a da maioria. As razões são diversas mas, na sua génese estão a necessidade de aceitação ou o medo da rejeição.

À laia de exemplo, o que se passa nos facebooks e quejandos, por mais informais que sejam, é paradigmático: a nossa vontade de comentar uma ideia é inversamente proporcional à nossa ligação a essa mesma ideia.  Temos mais relutância em participar em fóruns quando a opinião mais comum é diametralmente oposta à nossa. Nesta postura está também um pouco aquela ideia: nunca discutas com idiotas

O que se passou nas eleições norte-americanas explica-se, em parte, tendo como pano de fundo este contexto. Era notório que a opinião publicada e a que a maioria fazia questão de divulgar em todos os canais de comunicação, apontava numa direcção comum: a rejeição do candidato republicano. As sondagens, por sua vez, demonstravam em uníssono essa tendência. Todavia, o dia 8 de novembro encarregou-se de mostrar que as coisas não são bem assim. Afinal, havia uma grande franja do eleitorado que, não se manifestando nos círculos informativos e, diria mesmo, repudiando essa simbiose entre as comunicações política e social, acabou por manifestar na urna o seu voto que, evidentemente foi no sentido contrário ao da opinião dominante. Não quiseram ou faziam questão de não querer participar na discussão pública e, no fim, foi a ver-se e eram mais do que se imaginava…

Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s